Projeto De olho nos Olhos

Realizado ao longo do ano de 2008, o projeto “De Olho nos Olhos” teve o objetivo de recompor e proteger a vegetação nativa de 10 nascentes na região de mananciais do Ribeirão Vargem Grande, principal curso d`água da cidade de Brasópolis. Com a colaboração de produtores rurais do município, foram identificadas as nascentes perturbadas onde foram realizadas parte das atividades do projeto.

O número de nascentes desprotegidas na bacia do Vargem Grande é notável, fato ocasionado pela conversão histórica de áreas de floresta em cafezais, posteriormente em pastagem para a criação extensiva de gado, e hoje em bananais. A restauração de nascentes, além contribuir com a conservação da biodiversidade elevando o número de capoeiras que servem de pequenos refúgios para a fauna silvestre e que tendem a estimular o fluxo gênico no ambiente, também auxilia na manutenção quantitativa e qualitativa dos recursos hídricos na micro-bacia.

Estando entre os quarenta e dois municípios integrantes do corredor ecológico de Serra da Mantiqueira, Brasópolis localiza-se numa região de importante papel para a conservação de recursos naturais bióticos e abióticos, tanto no que se diz respeito a biodiversidade quanto no que se refere ao abastecimento de água para populações humanas. O Ribeirão Vargem Grande, tributário do Rio Sapucaí, é significativamente importante no abastecimento de cidades como Brasópolis, Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre, e outras que encontram-se a jusante destas. Seu manancial aquífero, que está localizado ao sul do município de Brasópolis, é cercado pela cadeia montanhosa formada pelas Serras da Coimbra, da Luminosa e da Candelária, dentre outras, que delimita o extremo sul do Estado de Minas Gerais.

Através da aplicação de técnicas de restauração ambiental e levantamento de informações ambientais, trabalhadas em paralelo a práticas de educação ambiental, o projeto pretende ir além de simplesmente proteger tais nascentes, mas também criar micro-ambientes capazes de estimular o fluxo gênico da fauna e flora nativas numa paisagem atual de baixa permeabilidade genética.

O Projeto De Olho nos Olhos foi financiado pelo Subprograma Projetos Demonstrativos – PDA que possui como linha de colaboradores a Cooperação Brasil – Alemanha, GTZ (Cooperação Técnica Alemã), KFW (Banco Alemão), Ministério do Meio Ambiente e Governo Federal.

Área atingida pelo projeto

Relatório de Atividades: