Projeto Pro Lixo

O PROLixo é um projeto de gestão de resíduos sólidos implantado no município de Brasópolis em julho de 2006 em parceria com a prefeitura municipal, o qual tem por linhas principais de atuação a triagem do lixo (separação de recicláveis e não-recicláveis) gerado pelo município e sensibilização da população para a importância desta triagem já nas residências.

Nosso projeto está se tornando referência regional e recebe visitas periódicas de administradores de diversos municípios interessados em reaplicar o modelo em outras localidades.

Durante o período de execução do projeto pelo Grupo Dispersores, o meio ambiente e a comunidade local já percebem diversos benefícios. Dentre eles podemos destacar:

– Regularização do sistema de aterramento do rejeito da usina de triagem com adequação do aterro controlado municipal, antes conhecido como “Lixão”;

– Redução de aproximadamente 600 toneladas de resíduos a serem dispostos no aterro controlado;

– Aumento da vida útil do aterro de rejeito em aproximadamente 120%, com possibilidades de estender-se ainda mais, evitando que novas áreas necessitem ser comprometidas pelo uso como depósito de lixo de nossa sociedade;

– Geração direta de emprego e renda, além de inúmeros empregos indiretos;

Os Resíduos Sólidos Urbanos (RSU’s), vulgarmente denominados por lixo urbano, são resultantes da atividade doméstica e comercial da sociedade. A sua composição varia de população para população, dependendo da situação sócio-econômica e das condições e hábitos das localidades. Este resíduo necessita de um destino especial para que não contamine o ambiente e os seres que nele habitam. Nosso município tem apenas 14.450 (IBGE 2007), habitantes que produz aproximadamente 6 toneladas de lixo diariamente. sendo que desse total, metade reside no perímetro urbano, só a população residente na área urbana produz cerca de 6 toneladas de lixo diariamente.

Vindo do latim lix, que significa cinzas ou lixívia, a palavra lixo é comumente usada para se referir a todo material descartado pela sociedade, principalmente aquele gerado domesticamente. Segundo pesquisas do IBGE, no Brasil a produção de lixo per capta/dia varia entre 450 e 1.200 gramas de acordo com o porte populacional. Municípios com população inferior a 200 mil habitantes produzem de 450 a 700 gramas per capta/dia, já os municípios com população superior a 200 mil habitantes produzem de 700 a 1.200 gramas per capta/dia. Levantamentos mostram que 64% dos municípios do país depositam seu lixo de forma inadequada, sem nenhum controle sanitário e ambiental, o que gera os conhecidos lixões.

Quando tratados de forma inadequada, os resíduos da sociedade trazem diversos inconvenientes à população como a degradação da paisagem, a proliferação de vetores de agentes patógenos, contaminação de solos e águas subterrâneas, mau cheiro, super exploração de recursos naturais, dentre outros, que acabam refletindo em redução da qualidade de vida da comunidade em geral.

O projeto PROLixo busca reduzir a quantidade de resíduos depositados no aterro municipal, dando a grande parte deste resíduo status de matéria prima a ser reaproveitada. O projeto PROLixo tem como principal centro de atividades o galpão de triagem da prefeitura municipal localizado no bairro da Loba, possuindo ainda atividades relacionadas a difusão da coleta seletiva a serem desenvolvidas por todo o município. Com este projeto a ONG Grupo Dispersores mantém em regime de contratação 9 funcionários entre coordenadores, separadores de material e operador de maquinário. Hoje podemos falar seguramente que aproximadamente 45% das 6 toneladas de resíduo recolhidas diariamente pelos caminhões de coleta em Brasópolis são reciclados. Atualmente o material é separado segundo uma lista de trinta e três itens dentre os quais estão o papelão, alumínio, PVC, PET, PEAD, tetra pak, vidro, papel, etc.

Nossas metas estão focadas em um objetivo principal que é a redução da quantidade de resíduos a ser escondido na natureza, tendo como principais estratégias para o alcance desta a intensificação das atividades de coleta seletiva no galpão de triagem e principalmente a conscientização da comunidade brasopolense para o tema, com adoção por parte desta a práticas de separação do material na fonte (em casa), o que traria avanços muito grandes ao projeto.

A transformação dos hábitos da população no sentido de separar lixo orgânico do inorgânico em casa é de suma importância para sua adequação à realidade vivenciada pela humanidade onde os recursos naturais como água, minerais e mesmo o espaço, tornam-se cada vez mais escassos e o impacto do homem sobre o meio ambiente tem se mostrado muitas vezes catastrófico para o próprio homem.

P.E.V. – Ponto de Entrega Voluntária de Pilhas, Baterias e Lâmpadas Fluorescentes

O Ponto de Entrega Voluntária localizado no Mercado Municipal foi criado pelo Grupo Dispersores para que a população pudesse destinar corretamente suas lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, evitando que estes resíduos cheguem no aterro controlado municipal, agravando ainda mais o foco de contaminação de solos e água que o local pode representar. Alguns componentes químicos destes materiais como Chumbo, Cádmio, Mercúrio e Níquel possuem propriedades capazes de causar graves distúrbios à saúde humana e ambiental. É necessário que este material tenha destinação apropriada.

Vantagens da Reciclagem

Os resultados da reciclagem são expressivos tanto no campo ambiental, como nos campos econômico e social. No meio ambiente, a reciclagem pode reduzir a acumulação progressiva de lixo, a necessidade de extração de mais matéria prima do ambiente (como no caso da produção de artigos de alumínio que exigiria a mineração de mais minério de alumínio), o alto consumo de energia e água necessário na deputação da matéria prima, entre outros tantos fatores negativos. No aspecto econômico, a reciclagem contribui para o aparecimento de um novo nicho de mercado que vem criando inúmeros empregos. No âmbito social, a reciclagem não só proporciona melhor qualidade de vida para as pessoas, através das melhorias ambientais, como também tem elevado a qualidade de vida estas pessoas que tem trabalhado diretamente nesta linha de atividades